P. Cipriano partiu para a Casa do Pai

P. Cipriano partiu para a Casa do Pai

O sacerdote micaelense tinha 76 anos e morreu vítima de doença prolongada

Faleceu este domingo, em Ponta Delgada, o padre Cipriano Pacheco.

O corpo poderá ser velado na Ermida de Nossa Senhora das Dores, em Ponta Delgada, a partir das 9h00 desta segunda-feira, dia 26 de setembro e o funeral decorrerá no dia seguinte, com Missa exequial às 11h00, na Igreja de São José

Nascido em São Pedro Nordestino, São Miguel, a 3 de Novembro de 1945, realizou a sua formação teológica no Seminário de Angra. Foi ordenado a 20 de Maio de 1969, na Sé de Angra, perfazendo os 50 anos no dia 20 de Maio de 2019 (mais…)

Início do ano letivo 2022-2023

Início do ano letivo 2022-2023

Pelo segundo ano consecutivo não haverá novos alunos

O Seminário Episcopal de Angra inicia o novo ano lectivo 2022/2023 na próxima quarta-feira com a comunidade discente mais pequena de sempre: 10 alunos.

“Nós estamos com o número mais baixo de alunos de que há memória- dez alunos repartidos por três turmas do segundo, quarto e sexto anos. É, por isso, um momento de reflexão pois trata-se do segundo ano seguido sem novos alunos e isto deve constituir um sinal para a diocese” avança o reitor, padre Hélder Miranda Alexandre.

“É preciso fazer mais pela pastoral vocacional, cada um nas suas comunidades, para se ver como se pode dar a volta a isto”, enfatiza lembrando que a questão da falta de vocações haveria de chegar mais tardo ou mais cedo aos Açores.

“O decréscimo da participação religiosa, no geral, já nos dava esta indicação e por isso era uma questão de tempo” refere o responsável que não deixa, contudo, de sublinhar que “é preciso arregaçar mais as mangas e fazer mais pelas vocações”. No entanto, alerta, “temos de esperar pela chegada do novo bispo para em conjunto se refletir e tomar as decisões mais adequadas”. E, lembra: “este é um projecto de toda a igreja diocesana e não só de alguns”.

(mais…)

Os caminhos da vocação

Os caminhos da vocação

À medida que te aproximas de Jesus, a sua voz torna-se mais forte. Em outras palavras, focar-te na tua vocação primária à santidade é o caminho mais seguro para descobrir a tua vocação secundária – como padre, irmão/ã ou marido/esposa.

Eis algumas maneiras de descobrir a vontade de Deus:

  1. ORAÇÃO. A oração é uma conversa com Deus – não apenas orar, mas falar com o Senhor, de coração. Todos os dias, lê a Bíblia e conversa com Jesus como se Ele fosse o teu melhor amigo. Pede a Ele que revele o seu plano para ti: “Jesus, quero querer o que Tu queres. Aqui estou, Senhor; Eu venho para fazer a tua vontade”. Confia que Deus tem um plano para ti.
  2. SACRAMENTOS. A alma é a janela através da qual podemos ver a Deus e ouvir Sua voz. Se a janela está suja por causa do pecado, ela deve ser limpa através da Confissão para que possamos estar em união com Deus. Ao receberes a Comunhão, pede a Jesus que te mostre a tua vocação (mais…)
SEMANA DAS VOCAÇÕES 1-8 MAIO 2022

SEMANA DAS VOCAÇÕES 1-8 MAIO 2022

NOTA PASTORAL

A Semana das Vocações, neste ano de 2022, decorre entre os dias 1 e 8 de maio, culminando no IV domingo da Páscoa, em que a Igreja celebra o 59º Dia Mundial de Oração pelas Vocações. Em cada ano, constituiu uma oportunidade para o testemunho de pessoas que se deixaram tocar pelo amor de Deus, a oração pelas vocações de especial consagração e a reflexão catequética nas paróquias e nas famílias.

No contexto atual, entre as experiências da pandemia e da guerra, as vocações podem ser contempladas como dons ativos de Deus, que requerem o acolhimento (com)passivo de pessoas que estejam dispostas a deixarem-se transformar pela bondade com que o próprio Deus quer destinar-lhes e, a partir delas, “aspergi-la” por gestos concretos em favor dos que fogem da ansiedade que rouba o sentido de viver e dos anseiam pela paz. (mais…)

São precisos “novos sentidos” para evitar “os (des)laços sociais” provocados pela pandemia, diz Piedade Lalanda

São precisos “novos sentidos” para evitar “os (des)laços sociais” provocados pela pandemia, diz Piedade Lalanda

Piedade Lalanda foi uma das oradores do último dia das V Jornadas de Teologia promovidas pelo Seminário de Angra e afirmou que muitos laços sociais  foram enfraquecidos com a pandemia, e agora com a guerra, a Igreja deve saber encontrar as estratégias para lhes dar um novo sentido.

Acolhimento e coração, são os dois ingredientes-chave da nova pastoral. Seja no âmbito social seja no âmbito familiar, diz a socióloga.

Apartir de uma análise a dados estatísticos de 2020, relacionados com a taxa de nupcialidade e de fecundidade,  a investigadora reconhece que a pandemia teve um impacto negativo nas escolhas dos Açorianos.

Embora ainda se digam esmagadoramente católicos (em 2020 90% dos açorianos diziam-se católicos), a celebração do matrimónio está a decrescer.

“Em 2020, apenas 8,2% dos  casamentos  nos Açores são católicos, e tem-se registado uma diminuição desde 1995. Entre 2019 e 2020 houve um decréscimo de 28,2% para 8,2%” referiu (mais…)