Jornadas de Teologia confirmam Seminário como um dos centros açorianos de debate cultural

Jornadas de Teologia confirmam Seminário como um dos centros açorianos de debate cultural

 Reitor diz que foram três dias de “encher a alma”

Terminaram esta noite, em Angra do Heroísmo, as II Jornadas de Teologia, organizadas em parceria entre o Seminário e a Academia de São Tomás de Aquino.

“Foram três dias intensos que encheram a alma, deixando-nos interrogações e interpelações para o futuro” disse o Reitor do Seminário em declarações ao Igreja Açores, no final das Jornadas ”Deus na pena dos Homens- Diálogo entre Teologia e Literatura”, que reuniram teólogos, professores universitários e sacerdotes.

“A casa cheia foi um sinal de que a sociedade quer isto: quer-se interrogar sobre o transcendente e a igreja não se pode alhear desta tarefa” disse o Reitor do Seminário satisfeito com a adesão dos terceirenses.

[continuar a ler]
A esperança é um elemento identitário de todos os crentes, diz o Pe. José Júlio Rocha

A esperança é um elemento identitário de todos os crentes, diz o Pe. José Júlio Rocha

Professor de Teologia Moral do Seminário encerra II Jornadas de Teologia com conferência “Fé e Literatura: três ensaios sobre a esperança”

O mundo “perdeu toda a sua capacidade redentora” ainda assim a esperança “não morre” e é um dos elementos identitários de todos os crentes, afirmou esta noite o Pe. José Julio Rocha que encerrou as II Jornadas de Teologia promovidas pelo Seminário de Angra e que permitiram durante três dias refletir sore “Deus na pena dos Homens- Diálogo entre Teologia e Literatura”.

“A fé não nos traz a paz, mas a luta. No entanto, a esperança não morre” disse o professor de Teologia Moral sublinhando que “atirar a esperança para o lado de lá do campo do jogo, para o Outro, abre as portas à transcendência”.

O Teólogo, que é um dos poucos investigadores em Portugal a estudar o encontro entre a Teologia e a Literatura, onde ainda há “um enorme espaço por desbravar”, partiu da análise de três obras fundamentais do pensamento que exploram a natureza humana em situações limite: “A Lenda do Grande Inquisidor” inserido no romance “Os Irmãos Karamazov”, de Fiódor Dostoiévsky; “A Metamorfose” de Franz Kafka e “O Velho e o Mar”  de Ernest Hemingway. [continuar a ler]

O Mundo precisa de encontrar regras de convivência mínimas, diz professor da Universidade de Brown

O Mundo precisa de encontrar regras de convivência mínimas, diz professor da Universidade de Brown

Tinha um texto escrito sobre “Literatura açoriana- algumas questões éticas”, dando seguimento à intervenção do primeiro dia das II Jornadas de Teologia, no Seminário de Angra,  mas Onésimo Teotónio de Almeida, professor catedrático da Brown University, em East Providence, nos EUA, optou por improvisar sobre os grandes temas da ética moderna, que é como quem diz  uma adequação entre o dizer e o fazer, dentro de  um quadro de valores comum,  de forma “a conseguirmos viver todos sem nos matarmos uns aos outros”.

A partir de uma concepção aristotélica, o próximo presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, explicou a importância da ética e sublinhou o “enorme e seriíssimo trabalho de pessoas que andam à procura de normas e valores que deveriam servir de farol para os homens de hoje , que têm milhões de crenças, para que se respeitem uns aos outros e não se matem”.

[continuar a ler]
Bispo de Angra salienta importância do diálogo entre a cultura, a inteligência humana e a dimensão da fé

Bispo de Angra salienta importância do diálogo entre a cultura, a inteligência humana e a dimensão da fé

 Sessão de abertura das II Jornadas de Teologia dos Açores encheu salão nobre do Seminário Episcopal de Angra

O respeito e o diálogo necessários entre a cultura e a inteligência humana nunca pode perder de vista a dimensão do transcendente, tendo presente que, à luz da tradição cristã, o homem é sempre orientado por Deus, disse esta noite o bispo de Angra que presidiu à sessão solene de abertura das II Jornadas de Teologias dos Açores, “Deus na pena dos Homens- diálogo entre Teologia e Literatura”.

Perante as transformações “tão fortes” da cultura atual, a igreja deve sentir-se motivada para contribuir ativamente para este diálogo esclarecido afirmou D. João Lavrador.

O prelado diocesano, que dividiu a sua intervenção em três pontos, começou por  destacar as características da sociedade atual, marcada pelo “pensamento laicizante” que se materializa no “ateísmo moderno” e no  individualismo, a que se contrapõe, por outro lado, uma necessidade crescente de Deus. Uma evidência que as artes- sobretudo a literatura-, apesar de tudo, deixam transparecer e, por isso, não podem ficar indiferentes à Igreja que, em cada momento da história é convidada a ler os sinais do mundo e do tempo.

[continuar a ler]
Seminário lança revista cientifica “Fórum Teológico XXI”

Seminário lança revista cientifica “Fórum Teológico XXI”

 A apresentação do número um foi feita por Sérgio Toste, professor do Seminário Episcopal de Angra

A revista anual Fórum Teológico XXI, apresentada esta noite por Sérgio Toste, professor do Seminário Episcopal de Angra, na sessão de abertura das segundas Jornadas de Teologia, pretende ser um espaço de cultura, diálogo e formação, especialmente enquadrada no contexto açoriano e marcada pela reflexão teológica.

“Só o título é um programa desafiante” afirmou Sérgio Toste, professor de Português no Seminário,  que a partir da última parte do Evangelho de Mateus, apresentou o duplo papel informativo e formativo deste género de publicações,  lembrando a todos os presentes, que enchiam por completo o salão do Seminário Episcopal de Angra, as responsabilidades em levar a palavra de Deus, de forma esclarecida, a todos os ambientes.

[continuar a ler]