Diocese de Angra tem três novos sacerdotes. Bispo desafiou-os a não terem medo de “tocar as chagas da humanidade”

Diocese de Angra tem três novos sacerdotes. Bispo desafiou-os a não terem medo de “tocar as chagas da humanidade”

A diocese de Angra viveu esta tarde uma dupla festa: a ordenação de três novos padres e a celebração das bodas de prata do seu bispo emérito, D. António de Sousa Braga, que no próximo dia 30 comemora os 25 anos da sua ordenação episcopal. Pelo segundo ano consecutivo a ordenação de novos sacerdotes na diocese de Angra decorreu com grandes constrangimentos e na homilia o bispo de Angra desafiou os três novos sacerdotes a serem “servidores da esperança”, numa sociedade marcada pela morte.

“Diante dos sinais de sofrimento e de morte na sociedade atual” disse D. João Lavrador , “a unção do Espírito consagrar-vos-á  com o óleo da alegria,  para serdes no meio do Povo de Deus verdadeiros servidores da esperança, alimentando a fé e despertando em todos a partilha de dons, numa caridade que revela o coração de Deus”.

“Há uma multidão de gente, muitas vezes sem o saber exprimir, que espera encontrar-se com Jesus de Nazaré e ser acolhida no reconfortante ambiente de uma comunidade que vivendo à maneira de Jesus Cristo partilha dos seus dons com os irmãos e é portadora de uma Boa Noticia que dá as razões profundas da esperança” esclareceu  o prelado diante [continuar a ler]