Bispo de Angra preside à ordenação de mais três sacerdotes a 27 de junho. Na nota pastoral a que o Igreja Açores teve acesso esta terça-feira lembra que o exemplo destes três jovens deve contagiar “o ardor evangelizador” da Igreja diocesana

No próximo dia 27 de Junho três jovens, formados no Seminário Maior diocesano, receberão a ordenação sacerdotal, uma oportunidade para que todos os diocesanos, em especial os mais jovens possam renovar “o ardor evangelizador”, refere o bispo de Angra numa Nota Pastoral enviada a toda a Igreja insular.

“O Senhor Jesus Cristo concede à Igreja diocesana de Angra a graça de três novos sacerdotes” afirma ao sublinhar que este facto “deve despertar” a alegria de todos os diocesanos que devem “assumir o compromisso” que deriva “da descoberta vocacional de cada batizado”

“Perante a celebração tão significativa e profunda como é a ordenação sacerdotal, a comunidade cristã e cada baptizado não poderão ficar em meros espectadores”, alerta D. João Lavrador na Nota Pastoral inspirada no evangelho de João “Não fostes vós que me escolhestes, fui Eu que vos escolhi e vos nomeei para irdes e dardes fruto e o vosso fruto permanecer”.

O bispo de Angra destaca que esta é uma oportunidade para o “envolvimento” de todos os diocesanos e para o “compromisso” na missão evangelizadora da Igreja.

“Apelo a todos os baptizados e sobretudo aos jovens a contemplarem a Jesus Cristo presente na nossa história e descobrirem não só os enormes desafios que nos são lançados na fidelidade ao Evangelho, mas na beleza da hora que vivemos a necessitar de cristãos, e entre eles, sacerdotes, totalmente imersos em Deus e sintonizando com os problemas, sofrimentos, esperanças e alegrias dos homens de hoje, para testemunharem a alegria do Evangelho vivido e convivido” escreve o prelado diocesano.

“Nesta hora de graça que interpela, convoco todos os jovens da diocese a lançarem o olhar em Jesus Cristo, a deixarem-se fascinar pela Sua beleza e ternura e, sem medos, a responderem ao chamamento que Ele desperta em cada um”, enfatiza ainda.

D. João Lavrador lembra o apelo do Papa São João Paulo II aos jovens açorianos, durante a passagem pelos Açores a 11 de maio de 1991, e volta a exortá-los a renovarem o “ardor da evangelização” no tempo presente.

“Em plena caminhada sinodal, aprofundando a missão evangelizadora da Igreja diocesana e comprometidos na preparação das Jornadas Mundiais da Juventude, Lisboa 2023, convido todos os jovens a libertarem os sonhos que levam dentro de si, a darem espaço nas suas vidas a Jesus Cristo e com força e coragem, própria dos jovens, deixarem-se abraçar pela ternura de Jesus de Nazaré que chama e envia para tornarem presente neste mundo a Boa Noticia que se experimenta na comunhão com Cristo”, afirma.

No final da nota pastoral D. João Lavrador agradece às famílias dos futuros neo-sacerdotes e paróquias que os despertaram para a vida sacerdotal, e deixa uma palavra ao Seminário Episcopal que “ com grande generosidade, confiança e sacrifício, forma os sacerdotes para este tempo e para esta sociedade”.

A nota termina com um apelo aos futuros sacerdotes para que seja fieis a Cristo na simplicidade e na alegria.

“Como seria belo se a mesma atmosfera simples e radiosa, sóbria e esperançosa, permeasse os nossos seminários, os nossos institutos religiosos, as nossas residências paroquiais! É a alegria que vos desejo a vós, irmãos e irmãs que generosamente fizestes de Deus o sonho da vida, para O servir nos irmãos e irmãs que vos estão confiados, através duma fidelidade que em si mesma já é testemunho, numa época marcada por escolhas passageiras e emoções que desaparecem sem gerar a alegria”, conclui.

“Acompanhemos os novos sacerdotes com a nossa oração e deixemo-nos cativar pelo seu testemunho de entrega ao Senhor para servir o Povo Santo de Deus”, remata o prelado insular.

Os futuros sacerdotes – Jorge Sousa (Ponta Garça-Ouvidoria de Vila Franca do campo); João Silva (Mosteiros- Ouvidoria de Ponta Delgada) e António Santos (Furnas- Ouvidoria da Povoação)- frequentam o sexto ano do Seminário e foram ordenados diáconos a 8 de dezembro passado.

A celebração, que decorrerá na Igreja de São José em Ponta Delgada, vai ser reservada à família e convidados devidos às restrições impostas pela pandemia.

In Igreja Açores