“Quando assistires à retirada dos andaimes contempla – é claro – o edifício que surge. Mas pede pelos andaimes, pois é duro servir de suporte à construção, ser necessário à obra, e na hora da festa ser retirado como entulho!” D. Hélder Câmara

O Cristão deve ser como um andaime. É aquele que ajuda a construir, a formar tudo e todos mesmo que não seja o centro da festa. Neste início de semana dos seminários e dia em que celebramos os 156 anos da fundação do Seminário, recordemos e rezemos por todos os “andaimes” esquecidos, não só os que nesta casa construíram mas também por todos os outros “andaimes” que nos formam e formaram. Continuemos a pedir ao Senhor da Messe que continue a mandar mais trabalhadores pois existem ainda muitos “edifícios” por contruir.

Igor Oliveira

5º Ano