Ano 2020

Ano 2020

A Conferência Vicentina de São Tomás de Aquino contou com a entrada de três novos confrades, perfazendo atualmente o total de treze. Devido à situação pandémica, o colóquio vicentino, planificado para o mês de março, e no qual participam quase todas as conferências vicentinas da ilha Terceira, não foi possível ser realizado. As visitas habituais aos lares e residências da cidade de Angra do Heroísmo também foram suspensas. No entanto, concretizaram-se as assistências alimentares, de medicamentos ou de vestuário, numa média de doze mensais e oitenta anuais. Cumpriu-se igualmente a missão de rezar por todos aqueles que são assistidos, e não só, com o intuito de inserir a dimensão espiritual na ação caritativa. [continuar a ler]

Ano 2020

Ano 2020

Ao longo do ano escutista, as tribos do agrupamento promoveram, alternadamente, a elaboração de um jornal mensal de parede, atividade tradicional que tem como objetivo fazer uma rubrica, em género de paródia, sobre as notícias da casa.

Em cada semestre, as tribos tiveram a seu cargo a promoção e realização de uma atividade prática e uma espiritual, das quais surgiram algumas caminhadas, e durante a quaresma a realização de uma via-sacra.

Com os encargos da vida de um seminarista e a existência dos restantes movimentos, o tempo já por si restrito é dividido por todos. O agrupamento preparava-se para o acampamento geral, que encerra o ano escutista, mas a atividade não se realizou devido ao surgimento da pandemia do COVID/19.

As atividades cessaram durante o mês de março, repentinamente, deixando suspensa a preparação das atividades programadas para o resto do ano, e que se ficaram pelo sonho, e pela ambição de as retomar no novo ano escutista. [continuar a ler]

Ano 2020

Ano 2020

A primeira atividade organizada por esta Academia no ano de 2020 foi o “II Encontro de Coros de São Tomás de Aquino”, que teve lugar na igreja Matriz de Santa Cruz, Praia da Vitória, entre os dias 10 e 12 de janeiro, e que foi orientado pelo compositor João Andrade Nunes, no qual participaram diversos coros litúrgicos da ilha Terceira.

No dia 28 de janeiro, foi celebrada a festa em honra de São Tomás de Aquino, padroeiro desta Academia, que constou de missa solene, presidida pelo Padre Tiago Tedéu, e aberta a todo o clero e povo da ilha, seguida dum jantar de confraternização. Esta festa foi antecedida por um tríduo preparatório.

Nos dias 14 e 15 de fevereiro foi promovido um curso de Iniciação à Paleografia, ministrado pela Dra. Margarida Lopes, Técnica de Inventário da Diocese de Angra, e que ocorreu no Salão da rua do Rego. Neste curso a comunidade do Seminário teve oportunidade de contactar com cópias de diversos manuscritos de interesse para a História das ilhas, para além de ter aprendido diversas técnicas de leitura de escrita antiga. [continuar a ler]

Natal de Cristo?

Natal de Cristo?

Não tenhais medo! Eu vos anuncio uma grande alegria, que será também a de todo o povo: hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós o Salvador, que é o Cristo Senhor.” (Lc 2, 10-11)

Estamos numa época muito especial para todas as famílias e dizemos muitas vezes que o Natal é a festa da família e, de facto, também é. Mas é muito mais que isso.

Não é só enfeites, presentes, jantares, luzes… Natal é nascimento, vida. É o dia em que nasce a Salvação para todos os povos. Aquele que nasce numas palhas é O mesmo que vai estender os seus braços no madeiro da Cruz. Natal é muito mais que fazer uma doação a alguém necessitado, é mais que trocar presentes, ato já tão ritualista nesta época. Não será um Natal analgésico? Uma vez no ano ajudar quem pede ajuda? Juntar a família para lautos banquestes? E o resto do ano, o que fazemos? De que vale fazer isso tudo se nos esquecemos de olhar para a verdadeira essência do Natal? Estamos mais preocupados com o “pijama” que vamos oferecer e não nos precupamos com o nosso coração – o prepararmo-nos para receber este Cristo [continuar a ler]