D.João Lavrador aconselha capacidade de sonhar “alegria e fidelidade” aos futuros novos sacerdotes diocesanos

D.João Lavrador aconselha capacidade de sonhar “alegria e fidelidade” aos futuros novos sacerdotes diocesanos

Bispo de Angra preside à ordenação de mais três sacerdotes a 27 de junho. Na nota pastoral a que o Igreja Açores teve acesso esta terça-feira lembra que o exemplo destes três jovens deve contagiar “o ardor evangelizador” da Igreja diocesana

No próximo dia 27 de Junho três jovens, formados no Seminário Maior diocesano, receberão a ordenação sacerdotal, uma oportunidade para que todos os diocesanos, em especial os mais jovens possam renovar “o ardor evangelizador”, refere o bispo de Angra numa Nota Pastoral enviada a toda a Igreja insular.

“O Senhor Jesus Cristo concede à Igreja diocesana de Angra a graça de três novos sacerdotes” afirma ao sublinhar que este facto “deve despertar” a alegria de todos os diocesanos que devem “assumir o compromisso” que deriva “da descoberta vocacional de cada batizado”

[continuar a ler]
Deus escolheu-me

Deus escolheu-me

Após sete anos de caminhada vocacional, nesta que é a “Casa Santa e Mimosa de Deus”, termino, em junho próximo, esta etapa que remonta a setembro de 2014.

O Seminário de Angra foi uma escola de desenvolvimento e de amadurecimento pessoal, que me acolheu e me ajudou a descobrir a missão que Deus me convida a responder.  De facto, fiz parte de uma família que, com a sua diversidade de membros, fez-me ver que não se pode ser discípulo de Jesus sem contemplar o rosto do irmão, amando-o tal como é. [continuar a ler]

«QUEM AMA CUIDA» E QUEM CUIDA DEVE FAZÊ-LO COM RETA VONTADE

«QUEM AMA CUIDA» E QUEM CUIDA DEVE FAZÊ-LO COM RETA VONTADE

Eu poderia desenvolver um complexo e longo texto sobre o amor e, no fim, acabar por não dizer nada, como acontece em muitos artigos de jornal que leio sobre carradas de assuntos em que o leitor acaba por não entender patavina, nada, zero. Prolongam-se com termos latinizados ou até mesmo em grego e acabam por realizar, não um texto que fale diretamente ao leitor, – deixando-o perplexo e pouco clarificado sobre um determinado assunto – mas a algo que nem ele próprio sabe o que queria aquilo tudo dizer.

Bem, eu não sou melhor que ninguém, nem sei escrever melhor que muitos que escrevem belíssimos artigos, em termos de escrita e vocabulário, mas faço-o na maior das simplicidades para poder expressar aquilo que sinto sobre o amor. Claro, nunca chegarei aos seus calcanhares nem o pretendo. Valorizo imenso os seus trabalhos. São dignos como qualquer outro. O que escrevo não é uma afronta a ninguém, ou ataque contra, mas procuro mostrar que devemos tentar ser simples e claros para que o que queremos transmitir possa ser percebido por todos e não só por alguns. Pois nem todos têm a mesma capacidade de entendimento, de compreensão. Cada um tem a sua [continuar a ler]

Bispo de Angra aposta no recrutamento e formação de candidatos ao diaconado permanente

Bispo de Angra aposta no recrutamento e formação de candidatos ao diaconado permanente

A diocese de Angra está apostada na valorização dos ministérios ordenados e por isso quer fortalecer e desenvolver o diaconado permanente. Numa carta enviada a todos os sacerdotes, esta segunda-feira, D. João Lavrador lembra que no diaconado permanente se manifesta “o rosto de uma igreja mais ministerial”.

O prelado diocesano que quer reforçar o diaconado permanente em todas as ilhas lembra a necessidade do recrutamento e formação dos futuros candidatos, uma seleção que vai ser feita no próprio seminário Episcopal.

D. João Lavrador salienta que a existência de diáconos permanentes contribui para “renovar a Igreja em ordem a capacitá-la para servir a evangelização.

Os candidatos ao diaconado permanente devem ter no mínimo o 12º ano e deverão frequentar formação no Seminário Episcopal.

[continuar a ler]