Voar (de novo) do ninho

Quando saímos do nosso ninho pela primeira vez, voamos felizes e determinados, pois esperamos um destino perfeito e acreditamos que estamos prontos para realizar esse voo de vida, contudo, ao lá chegar, percebemos que não estamos tão preparados assim…

Com o passar de quase dois anos desde esse primeiro voo, o ânimo de voltar a casa nas férias vai crescendo, não por querermos fugir e desistir, mas porque percebemos realmente o que faz parte de nós e isso faz-nos viver! [continuar a ler]

Pastoral Vocacional de Angra promove “Feira Vocacional”

Iniciativa decorre em São Sebastião, a 21 de abril, inserida na 55ª quinzena da Oração pelas Vocações

O Serviço Diocesano da Pastoral das Vocações e Ministérios promove no próximo dia 21 de abril uma “Feira Vocacional” na Paróquia de São Sebastião, em Angra do Heroísmo, inserida na 55ª Semana da Oração pelas Vocações que, nos Açores, terá uma duração superior de 15 dias.

No dia 22 de Abril, na Paróquia de São Pedro da Ribeirinha, também na ilha Terceira, será celebrada a Jornada de Oração com a instituição de acólito do seminarista Fábio Carvalho, aluno do Seminário Episcopal de Angra a frequentar o 5º ano.

“A oração é o segredo das vocações consagradas, pelo que solicitamos a que se tomem iniciativas nas diversas Ouvidorias e Paróquias” apela o reitor do Seminário, Pe. Hélder Miranda Alexandre que é também o responsável pelo Serviço Diocesano da pastoral vocacional.

[continuar a ler]

Quaresma e Páscoa, Passagens de Vida Nova

A Páscoa é a festa principal e essencial dos cristãos, na qual se comemora o maior mistério da fé: a Ressurreição de Cristo.

Já antes do Cristianismo, a Páscoa era festejada como a festa da “Passagem” ou da “Libertação”, como comemoração da saída do povo Hebreu da escravidão do Egipto.

A alegria da liberdade perpetua-se todas as vezes que se faz memória e se louva as maravilhas que Deus fez naquele Povo, pois não há ambição maior que a liberdade, quando se é prisioneiro de sistemas cativos e de regimes controladores, que impossibilitam toda a forma de realização humana. [continuar a ler]

Os Jovens e a Semana Santa

” Viver a Semana Santa significa entrar cada vez mais na lógica de Deus, na lógica da Cruz, que não é em primeiro lugar a da dor e da morte, mas do amor e do dom de si que dá vida. Significa entrar na lógica do Evangelho.” (Papa Francisco)

Muitas vezes os jovens não percebem o significado da Semana Santa. Limitam-se a cumprir o preceito de participar das celebrações, ritos e procissões, sendo que a maior parte nem isso faz. Não são só dias para descansarmos do estudo, dos trabalhos, da nossa rotina, etc. É um grande retiro espiritual do povo de Deus. [continuar a ler]

Francisco pede aos bispos que fujam dos negócios, da política e da mundanidade

O Papa presidiu hoje à ordenação episcopal de D. José Avelino Bettencourt, prelado luso-canadiano, de origem açoriana, e de outros dois bispos, a quem pediu que fujam dos negócios, da política e da mundanidade.

“Vós, irmãos caríssimos, eleito pelo Senhor, refleti que fostes escolhidos entre os homens e para os homens fostes constituído nas coisas que dizem respeito a Deus. Não para outras coisas, não para negócios, não para a mundanidade, não para a política”, sublinhou Francisco, na homilia da Missa a que presidiu na Basílica de São Pedro, no dia em que a Igreja Católica celebra a solenidade litúrgica de São José.

Além do prelado nascido na ilha de São Jorge, novo núncio apostólico (representante diplomático da Santa Sé) na Arménia e na Geórgia, foram ordenados bispos D. Waldemar Stanislaw Sommertag, da Polónia, novo núncio na Nicarágua; e D. Alfred Xuereb, de Malta, novo núncio na Coreia e Mongólia.

[continuar a ler]

Via de Amor

A caminhada quaresmal deve ser encarada como o trilhar de um encontro com Cristo. O tempo da Quaresma não é nada mais do que o percurso até ao Gólgota, um caminho de conversão, de esforço e persistência, onde toda a fonte de energia é o Amor. Que sentido tem o Gólgota sem a existência do anúncio? Qual a mensagem que nos traz a cruz na ausência de amor?

O caminho do Calvário não tem o seu início no pretório de Pilatos, mas sim no ventre de Maria, pois é no seio materno que Deus começa a manifestar a sua grande prova de amor. A morte do Senhor é o fruto de toda a sua vida. Só se manifesta amor na cruz, porque Cristo teve coragem de amar durante toda a sua vida! É no Calvário que se dá o auge do anúncio do Reino de Deus, da cura do cego de nascença, da ressuscitação de Lázaro, da cura do paralítico de Betsaida, da purificação do leproso, da ressuscitação da filha de Jairo, da multiplicação dos pães, de uma vida inteira dedicada ao serviço dos outros. O Cordeiro de Deus imolado nas mãos dos homens é o sinal mais visível de [continuar a ler]

PARAR

Avançamos cada vez mais depressa para a Páscoa do Senhor e encontramo-nos, praticamente, a meio desta caminhada quaresmal, no IV Domingo da Quaresma, que a Igreja evoca como um dos Domingos da Alegria. É um convite à introspeção e a fazermos um “check-up” deste itinerário quaresmal de 2018.

O que já mudei no meu modo de ser comigo e com os outros até agora, ou o que preciso ainda de melhorar ou extinguir para que esta Quaresma tenha frutos na minha vida? Muitas vezes, caímos na relatividade de um simples ritualismo ou de promessas à boca cheia, que são vãs e incompatíveis com o modelo de Jesus Cristo.

«Perdoai e sereis perdoados. (…) a medida que usardes com os outros será usada também convosco.» [continuar a ler]

Seminário celebra Sagrado Lausperene antecipando 24 horas com o Senhor

Adoração entre as 7h00 e as 19h00 na Capela da Natividade

O Seminário Episcopal de Angra está a celebrar hoje o Sagrado Lausperene, uma jornada de oração que começou às 7h00 com a celebração da Eucaristia, seguida de adoração durante todo o dia.

A comunidade educativa é convidada a rezar diante do Santíssimo entre as 7h00 e as 19h00, com momentos de adoração.

O Sagrado Lausperene foi iniciado por D. Luís de Sousa, Arcebispo de Lisboa, que faleceu em 1702.

[continuar a ler]

SEDE DELE

Um título com duplo sentido e que certamente fará suscitar ambos os sentidos nas mais diversas leituras e formas de o interpretar.

Pois bem, sede e sede Dele.

Aos que leram sede como auto necessidade, procura ou desejo Dele, peço que a vejam também como o verbo ser, no imperativo: “Sede vós”.

Convido-vos a uma pequena reflexão subordinada ao tema “vida espiritual” – baseando-me nas reflexões proferias pelo Pe. Agostinho Tavares, no retiro quaresmal do Seminário de Angra – tendo sempre presente o vocábulo “sede” nestes dois sentidos.

Estamos no tempo da Quarema, que a Igreja apresenta assim: “No Tempo da Quaresma, os fiéis, escutando mais frequentemente a palavra de Deus, dedicando-se à oração, fazendo penitência, recordando o seu Batismo e seguindo a Cristo no caminho da cruz, preparam-se para celebrar dignamente a Páscoa.” [continuar a ler]

Jornadas de Teologia confirmam Seminário como um dos centros açorianos de debate cultural

 Reitor diz que foram três dias de “encher a alma”

Terminaram esta noite, em Angra do Heroísmo, as II Jornadas de Teologia, organizadas em parceria entre o Seminário e a Academia de São Tomás de Aquino.

“Foram três dias intensos que encheram a alma, deixando-nos interrogações e interpelações para o futuro” disse o Reitor do Seminário em declarações ao Igreja Açores, no final das Jornadas ”Deus na pena dos Homens- Diálogo entre Teologia e Literatura”, que reuniram teólogos, professores universitários e sacerdotes.

“A casa cheia foi um sinal de que a sociedade quer isto: quer-se interrogar sobre o transcendente e a igreja não se pode alhear desta tarefa” disse o Reitor do Seminário satisfeito com a adesão dos terceirenses.

[continuar a ler]