D. João Lavrador instituiu Fábio Carvalho, seminarista do 5º ano, no ministério de acólito

O bispo de Angra desafiou esta manhã os cristãos açorianos a serem capazes de levar a boa nova, enfrentando as adversidades do mundo sem medo.

Na homilia da missa a que presidiu neste domingo do Bom Pastor, na paróquia de São Pedro da Ribeirinha, na ilha Terceira, onde instituiu o seminarista do 5º ano Fábio Carvalho no ministério de acólito, D. João Lavrador recordou que é preciso ter “coragem” para “proclamar a boa nova sem medo”.

“Importa proclamar com coragem, sem medo dos obstáculos que se colocam hoje à mensagem do Evangelho, perante tantas mentes obscurecidas e corações atrofiados, que não há outro salvador que não seja Jesus Cristo”.

O Prelado lembrou que tal como ao tempo da igreja primitiva também [continuar a ler]

Porque vim para o Seminário?

Uma pergunta à qual não sei bem responder. Sei apenas que uma música me seduziu e me atraiu até Alguém. Essa música, lentamente, conduziu-me a este lugar, pois, julgo eu, aqui, de forma mais plena, poderei responder ao apelo dessa música.

Mas que música é esta? Que apelo me lança? É tão suave… é leve… dá sentido àquilo que sou e penso, dá forma aos meus projetos. Esta música só pode ter sido criada pelo Compositor de tudo, por Aquele que nos chama a todos e, para todos, tem um projeto particular. Ao que parece, para mim, deu-me este: SEGUI-LO, sem volta a dar, sem reticências, que tantas vezes atrapalham, sem mas, nem porquês; apenas segui-l’O. Ele é a causa desta viagem que agora começo. Abandonei o porto, mas, por vezes, apetece-me voltar e prender a corda de novo, deixar-me ficar… As “asperezas do caminho”, como diz o hino, prendem-me, não me deixam avançar e fazem-me pensar que não será possível chegar à outra Margem. Também não posso deixar que a esperança que tenho de chegar Lá fique fechada para mim, tenho de anunciá-la a todos. É preciso gritar bem alto que há outra Margem, que esta não é aquela [continuar a ler]

A palavra chave na igreja é servir, diz D. José Bettencourt

O futuro Núncio na Geórgia e na Arménia passou grande parte de terça feira no Seminário Episcopal de Angra

Um  encontro com a comunidade educativa do Seminário de Angra e uma missa na Capela da Natividade preencheram uma boa parte do dia de D. José Avelino Bettencourt que se encontra de visita aos Açores depois da sua ordenação episcopal e da nomeação como representante diplomático da Santa Sé.

“Estar convosco é tocar na alma da diocese” disse o prelado na homilia da missa a que presidiu na Capela da Natividade.

Dirigindo-se diretamente aos seminaristas desafiou-os a aproveitarem este tempo no Seminário porque “é um tempo abençoado”, em que além das ferramentas intelectuais e culturais dão os passos importantes para a formação integral.

“É aqui que dão os primeiros passos aqueles que querem liderar a diocese. Esta é uma casa reservada ao estudo e à reflexão que cumpre a grande tradição da igreja  que é formar uma pessoa inteira” disse o bispo D. José Bettecourt

[continuar a ler]

Pastoral Vocacional de Angra promove “Feira Vocacional” e encontros de Pré Seminário 

O Serviço Diocesano da Pastoral das Vocações e Ministérios promove no próximo dia 21 de abril uma “Feira Vocacional” na Paróquia de São Sebastião, em Angra do Heroísmo, inserida na 55ª Semana da Oração pelas Vocações que, nos Açores, terá uma duração superior de 15 dias.

No dia 22 de Abril, na Paróquia de São Pedro da Ribeirinha, também na ilha Terceira, será celebrada a Jornada de Oração com a instituição de acólito do seminarista Fábio Carvalho, aluno do Seminário Episcopal de Angra a frequentar o 5º ano.

“Vamos procurar animar ao máximo estas duas semanas de forma a que se despertem vocações, não só sacerdotais mas vocações consagradas em geral”, disse ao Igreja Açores o responsável diocesano pela pastoral das vocações e ministérios

[continuar a ler]

1º Encontro de Pré-Seminário na Ilha do Faial

No próximo Sábado, dia 21 de Abril, pelas 10h00 na paróquia dos Flamengos, inicia-se o primeiro encontro de Pré-Seminário na ilha do Faial, informa uma nota enviada ao sítio Igreja Açores pela pastoral juvenil da ilha.

Esta iniciativa pretende reunir adolescentes e jovens “em discernimento vocacional, apresentando a vocação sacerdotal e acompanhando aqueles que possam sentir este chamamento”, sublinha a nota.

Este será o primeiro de vários encontros que serão realizados ao longo deste ano

[continuar a ler]

Voar (de novo) do ninho

Quando saímos do nosso ninho pela primeira vez, voamos felizes e determinados, pois esperamos um destino perfeito e acreditamos que estamos prontos para realizar esse voo de vida, contudo, ao lá chegar, percebemos que não estamos tão preparados assim…

Com o passar de quase dois anos desde esse primeiro voo, o ânimo de voltar a casa nas férias vai crescendo, não por querermos fugir e desistir, mas porque percebemos realmente o que faz parte de nós e isso faz-nos viver! [continuar a ler]

Pastoral Vocacional de Angra promove “Feira Vocacional”

Iniciativa decorre em São Sebastião, a 21 de abril, inserida na 55ª quinzena da Oração pelas Vocações

O Serviço Diocesano da Pastoral das Vocações e Ministérios promove no próximo dia 21 de abril uma “Feira Vocacional” na Paróquia de São Sebastião, em Angra do Heroísmo, inserida na 55ª Semana da Oração pelas Vocações que, nos Açores, terá uma duração superior de 15 dias.

No dia 22 de Abril, na Paróquia de São Pedro da Ribeirinha, também na ilha Terceira, será celebrada a Jornada de Oração com a instituição de acólito do seminarista Fábio Carvalho, aluno do Seminário Episcopal de Angra a frequentar o 5º ano.

“A oração é o segredo das vocações consagradas, pelo que solicitamos a que se tomem iniciativas nas diversas Ouvidorias e Paróquias” apela o reitor do Seminário, Pe. Hélder Miranda Alexandre que é também o responsável pelo Serviço Diocesano da pastoral vocacional.

[continuar a ler]

Quaresma e Páscoa, Passagens de Vida Nova

A Páscoa é a festa principal e essencial dos cristãos, na qual se comemora o maior mistério da fé: a Ressurreição de Cristo.

Já antes do Cristianismo, a Páscoa era festejada como a festa da “Passagem” ou da “Libertação”, como comemoração da saída do povo Hebreu da escravidão do Egipto.

A alegria da liberdade perpetua-se todas as vezes que se faz memória e se louva as maravilhas que Deus fez naquele Povo, pois não há ambição maior que a liberdade, quando se é prisioneiro de sistemas cativos e de regimes controladores, que impossibilitam toda a forma de realização humana. [continuar a ler]

Os Jovens e a Semana Santa

” Viver a Semana Santa significa entrar cada vez mais na lógica de Deus, na lógica da Cruz, que não é em primeiro lugar a da dor e da morte, mas do amor e do dom de si que dá vida. Significa entrar na lógica do Evangelho.” (Papa Francisco)

Muitas vezes os jovens não percebem o significado da Semana Santa. Limitam-se a cumprir o preceito de participar das celebrações, ritos e procissões, sendo que a maior parte nem isso faz. Não são só dias para descansarmos do estudo, dos trabalhos, da nossa rotina, etc. É um grande retiro espiritual do povo de Deus. [continuar a ler]

Francisco pede aos bispos que fujam dos negócios, da política e da mundanidade

O Papa presidiu hoje à ordenação episcopal de D. José Avelino Bettencourt, prelado luso-canadiano, de origem açoriana, e de outros dois bispos, a quem pediu que fujam dos negócios, da política e da mundanidade.

“Vós, irmãos caríssimos, eleito pelo Senhor, refleti que fostes escolhidos entre os homens e para os homens fostes constituído nas coisas que dizem respeito a Deus. Não para outras coisas, não para negócios, não para a mundanidade, não para a política”, sublinhou Francisco, na homilia da Missa a que presidiu na Basílica de São Pedro, no dia em que a Igreja Católica celebra a solenidade litúrgica de São José.

Além do prelado nascido na ilha de São Jorge, novo núncio apostólico (representante diplomático da Santa Sé) na Arménia e na Geórgia, foram ordenados bispos D. Waldemar Stanislaw Sommertag, da Polónia, novo núncio na Nicarágua; e D. Alfred Xuereb, de Malta, novo núncio na Coreia e Mongólia.

[continuar a ler]