Seminarista que “veste” a imagem do Senhor Santo Cristo fala em “gratidão” e “realização de um sonho de criança

O jovem seminarista do Seminário de Angra que ofereceu a capa que a Imagem do Senhor Santo Cristo “vestirá” estas festas afirma que neste momento sente “uma enorme gratidão” por ter conseguido realizar um sonho de criança.

“Lembro-me de vir ao Santuário, rezar à grade com a minha avó e dizer-lhe que o Senhor estava tão longe e ela respondia que ele podia estar lá, no altar, mas estava sobretudo no meu coração” disse Aurélio Sousa ao Igreja Açores.

[continuar a ler]

Capa que a imagem do Senhor Santo Cristo “vestirá” foi oferta de um seminarista do Seminário de Angra

É de veludo vermelho,  bordada a ouro  tal como a esmagadora maioria das cerca de duas dezenas de capas que compõem o tesouro do Senhor Santo Cristo dos Milagres. Mas para quem a ofereceu, um seminarista do Seminário Episcopal de Angra, que daqui a três anos será sacerdote, natural das Sete Cidades “foi um enorme sacrifício” que o fez “ultrapassar vários obstáculos entre eles as dificuldades financeiras” adiantou esta manhã a Irmã Margarida Borges, durante a apresentação da capa que a imagem do Senhor Santo Cristo vestirá a partir de amanhã até ao final desta festa.

[continuar a ler]

Papa Francisco em Portugal

Fátima é a única paragem da peregrinação de Francisco

O papa Francisco chega hoje à tarde a Portugal para uma visita apostólica ao Santuário de Fátima, no âmbito do Centenário das Aparições, e durante a qual canonizará os pastorinhos Jacinta e Francisco Marto.

O avião que transporta Francisco de Roma deve aterrar na Base Aérea de Monte Real às 16:20, onde terá a aguardá-lo o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o primeiro-ministro, António Costa, e o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, além do Núncio Apostólico, Rino Passigato, do presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, Manuel Clemente, e do bispo de Leiria-Fátima, António Marto. [continuar a ler]

Instituição de Acólitos

A Paróquia de S. Pedro da Ribeirinha, na Ilha Terceira, celebrou esta tarde a Instituição no Ministério de Acólito do Nuno Fidalgo, aluno do 5º ano do Seminário, natural da Paróquia das Furnas (São Miguel), e dos candidatos ao diaconado permanente, Henrique Lima e Heriberto Brasil.

[continuar a ler]

Ano Escutista 2016 2017

Chegamos ao fim de mais um ano escutista do nosso Agrupamento 114-Seminário. Iniciamos o ano com quatro dirigentes e oito caminheiros, tendo-se realizado duas novas entradas no agrupamento nomeadamente, o Gonçalo Brum, transferido do agrupamento1326 Ponta da Ilha; e o noviço André Furtado. Os caminheiros ficaram divididos em duas tribos (Tribo Madre Teresa com quatro elementos; e Tribo João XXIII com quatro elementos). [continuar a ler]

Encontro do Pré Seminário

O Seminário Episcopal de Angra vai promover no próximo dia 1 de abril um encontro de discernimento vocacional para o qual desafia os jovens terceirenses que, mais ou menos ligados à igreja, equacionem o sacerdócio como caminho para a vida.
Numa carta dirigida a todos os padres da ilha Terceira, a que o Sitio Igreja Açores teve acesso, o reitor do Seminário, Pe. Hélder Miranda Alexandre, adianta que este encontro é uma proposta “para jovens e adolescentes que coloquem a questão da vocação ao sacerdócio”. E lembra que a ilha Terceira há muito tempo que não envia jovens para o Seminário. [continuar a ler]

Porquê eu?

Ao longo da nossa caminhada, somos experimentados e, muitas vezes, colocados à prova. Na maioria das experiências, nós colocamos sempre a mesma questão: “Porquê eu e não outro?”.

Tudo se torna mais fácil quando deixamos de ser pertinazes e nos deixamos ir na barca. É tempo de acolher o que Ele nos oferece, quer as coisas que nos deixam com um sorriso nos nossos rostos, como também aquelas em que falhamos e guardamos no nosso mundo. Muitas vezes, quando colocamos a questão “Porquê eu e não outro?”, é porque não escutámos, mas, simplesmente, ouvimos. [continuar a ler]

“O mundo da pós-verdade é o mundo filho do medo”, diz Pe Júlio Rocha

Professor de Teologia Moral no Seminário de Angra falou sobre a moral cristã e a pós verdade
O Pe. Júlio Rocha afirmou esta manhã nas Jornadas de Teologia “Cristianismo e Cultura” que vivemos no tempo da pós verdade que mais não é do que um tempo “de medo” assente na mentira disfarçada de verdade.
Na intervenção que proferiu no último dia das Jornadas de Teologia promovidas pelo Seminário Episcopal de Angra, o sacerdote, doutor em Teologia Moral, partiu de uma interpretação do livro 1984 de George Orwell- para falar do “enviesamento ideológico” [continuar a ler]