Ressuscitou verdadeiramente!

Ressuscitou verdadeiramente!

Nasceu o Sol da Páscoa gloriosa,

Ressoa pelo céu um canto novo,

Exulta de alegria a terra inteira.

 

Dos abismos da morte e da tristeza

Sobe o Senhor Jesus à sua glória,

Libertando os antigos Patriarcas. [continuar a ler]

Quinta Feira Santa

Quinta Feira Santa

 

Com a Santa Missa da Ceia do Senhor, nesta Quinta-feira Santa, tem início o Tríduo Pascal. Ao recordar a Última Ceia de Jesus com os discípulos, celebra-se a instituição da Eucaristia. Além disso, ocorre o rito do lava-pés, repetindo o gesto de Cristo que lavou os pés dos seus discípulos, deixando a todos um testemunho da vocação ao serviço do mundo e da Igreja. [continuar a ler]

Seminário desafiado a alargar os destinatários das Jornadas de Teologia a todo o arquipélag

Seminário desafiado a alargar os destinatários das Jornadas de Teologia a todo o arquipélag

Bispo interpela Seminário e Vigararia para a Formação para aproveitarem as jornadas como momento formativo do povo de Deus

Terminaram esta sexta feira as III Jornadas de Teologia dos Açores, promovidas pelo Seminário Episcopal de Angra e, numa palavra final de reconhecimento pelo trabalho aqui desenvolvido o bispo de Angra desafiou a instituição a prosseguir o diálogo com a sociedade estendendo-o a outras ilhas através das novas tecnologias.

“Se amanhã houver outras zonas da nossa diocese que quiserem saborear o que aqui se faz, quem sabe poderíamos no futuro transmitir estas jornadas para outras ilhas, utilizando as novas tecnologias” afirmou D. João Lavrador reconhecendo que para isso serão necessários investimentos mas “esta é a forma que Deus nos está a mostrar”

[continuar a ler]
Património cultural e religioso do cristianismo marcado pelas opções tridentinas

Património cultural e religioso do cristianismo marcado pelas opções tridentinas

Reação da Igreja à Reforma determinou muitas opções estéticas da Igreja Católica

As duas últimas conferências das Jornadas Teológicas promovidas pelo Seminário de Angra abordaram o património cultural da igreja e a música sacra como duas expressões que ajudam na relação com o Divino, com as conferências da diretora do Secretariado Nacional dos Bens Culturais, Sandra Costa Saldanha e o musicólogo Rui Viera Nery, respetivamente.

Sandra Costa Saldanha procurou clarificar algumas das diretrizes pastorais da Idade Moderna, em torno do património cultural, particularmente o religioso, após o Concilio de Trento, em meados do século XVI, para sublinhar a importância que historicamente assumiu a preservação preventiva do património religioso para a Igreja.

Na conferência “Sanctarum Imaginum, entre o Homem e o Divino: reflexões sobre algumas diretrizes pastorais na Idade Moderna” a responsável pelo organismo da Igreja lembrou que muitas das orientações pós Concílio de Trento tiveram por base o principio de que as imagens potenciam uma relação com Deus e encerram uma função eminentemente catequética

[continuar a ler]