Bispo das Forças Armadas considera os Açores como “uma parte dianteira de Portugal absolutamente fundamental”

Bispo das Forças Armadas considera os Açores como “uma parte dianteira de Portugal absolutamente fundamental”

D.Rui Valério participou na celebração do 26º aniversário do Comando Operacional dos Açores e hoje presidiu a uma missa no Seminário de Angra

Os Açores são “absolutamente fundamentais” numa perspetiva geo-estratégica e a presença de contingentes militares e de segurança “ao mais alto nível” é a prova do valor que as forças armadas atribuem a esta parcela do território nacional, afirmou D. Rui Valério ao Sítio Igreja Açores esta quarta-feira.

O novo prelado das Forças Armadas está nos Açores, onde participou na celebração do 26º aniversário do Comando Operacional dos Açores e, esta tarde, presidiu à Eucaristia no Seminário de Angra.

“Os Açores não são uma periferia de Portugal; são a sua parte dianteira de Portugal” afirma D. Rui Valério lembrando que esta premissa  é válida em matéria de defesa mas também de ataque.

“O arquipélago é determinante para a defesa de Portugal e da Europa.  Por isso considero que não se trata de uma periferia mas de uma parte avançada do nosso território, absolutamente fundamental”, afirmou ao Igreja Açores, lembrando que nesta parcela do território nacional “estão sediados meios de alto gabarito e de grande valia e qualidade” esclareceu ainda

[continuar a ler]
Etapas

Etapas

O caminho é incerto

As dúvidas passam no coração e na alma

Estamos sozinhos, ninguém nos ouve

A respiração torna-se ofegante

A resposta tem de ser rápida e forte

Não há suporte, a mesa caiu

Não posso escrever, não sei como parar, para onde ir [continuar a ler]

INTERMITÊNCIAS DA RESSURREIÇÃO

INTERMITÊNCIAS DA RESSURREIÇÃO

Em que pilar assenta a fé da Igreja Católica e Cristã, para além de Deus? Os que estão mais afastados da Igreja, seja ela espiritual ou física, normalmente nem colocam essa questão, não é do seu interesse. A questão só se torna cativante se for para criar mais um “Código Da Vinci 2” ou algo semelhante. Mas sei que alguns fiéis que frequentam os templos cristãos, mas sobretudo os templos católicos, também pouca ou nenhuma resposta têm para dar a esta questão. Permiti-me, caro(a) leitor(a), que traga, para o meio da nossa conversa, José Saramago, para que possa dar o seu veredicto. Sim, ele que se diz ateu e adverso à Santa Igreja, talvez nos possa ajudar. [continuar a ler]

III Jornadas de Teologia

III Jornadas de Teologia

“ARTE, EXPRESSÃO QUE TRANSCENDE”

Diálogo entre Teologia e Arte

20 de Março de 2019

20.00

Sessão de Abertura

– Saudação e apresentação do Volume II da Revista Fórum Teológico XXI

Intervenções

– D. JOÃO EVANGELISTA PIMENTEL LAVRADOR, Bispo de Angra e Presidente da Comissão Episcopalda Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais

– JOAQUIM FÉLIX – Desafios contemporâneos à arte litúrgica [continuar a ler]