Faleceu o mais antigo seminarista

Faleceu o mais antigo seminarista

Faleceu hoje o distinto Picaroto Ermelindo Ávila.

Ermelindo Ávila nasceu na vila das Lajes, no Pico, a 18 de Setembro de 1915. Casou com Olga Lopes Neves, já falecida, e teve nove filhos. Era Comendador da Ordem de Mérito (Presidência da República) e recebeu a Insígnia Autonómica de Reconhecimento, pela Assembleia Legislativa Regional dos Açores.

Estudou Filosofia no Seminário de Angra e, entre 1938 e 1954, foi ajudante do Cartório Notarial e dos serviços de Registos e do Notariado. Em 1940 foi nomeado Administrador do Concelho das Lajes do Pico e Presidente da Comissão Administrativa da Câmara Municipal. Em 1941 é nomeado Presidente da Câmara do mesmo concelho de cujas funções foi exonerado por divergências políticas. Ingressou no quadro administrativo da Câmara Municipal das Lajes do Pico em 1954. Foi chefe de secretaria da Câmara Municipal da Madalena e na Câmara Municipal das Lajes do Pico, onde se aposentou em 1984 como Assessor Autárquico. [continuar a ler]

Qual o verdadeiro valor da vida humana?

Qual o verdadeiro valor da vida humana?

A vida humana tem vindo a deparar-se com vários atentados contra si mesma ao longo da história. Hoje em dia está na moda a defesa da eutanásia, porém qual o valor da vida humana? Será apenas o valor da utilidade económica? Será o valor das estatísticas da qualidade de vida? Poderá a vida ser avaliada por critérios subjetivos e individuais?

A vida é um dom, algo que é dado ao ser vivo sem este ter merecimento prévio para tal. Ninguém pede para nascer. Então porquê dizer «tenho o direito a morrer» se não fui eu que pedi para nascer? A resposta está na sociedade, onde cada pessoa é vista como um mero membro que pode contribuir para o crescimento da mesma. Quando deixa de ser «útil» a este crescimento, deixa de ter dignidade para viver. [continuar a ler]