Ecce Homo… ecce spes

Ecce Homo… ecce spes

Que cinzel terá esculpido este rosto?

Que engenho terá concebido este olhar tão humano de Deus?

Umas vezes triste… outras reservado…

Quem se atreve a racionalizar o mar de gente que o venera…

Aquele sábado de silêncio ensurdecedor…

Dos gritos viscerais de mães que de joelhos lhe agradecem e pedem… [continuar a ler]