O Mundo precisa de encontrar regras de convivência mínimas, diz professor da Universidade de Brown

O Mundo precisa de encontrar regras de convivência mínimas, diz professor da Universidade de Brown

Tinha um texto escrito sobre “Literatura açoriana- algumas questões éticas”, dando seguimento à intervenção do primeiro dia das II Jornadas de Teologia, no Seminário de Angra,  mas Onésimo Teotónio de Almeida, professor catedrático da Brown University, em East Providence, nos EUA, optou por improvisar sobre os grandes temas da ética moderna, que é como quem diz  uma adequação entre o dizer e o fazer, dentro de  um quadro de valores comum,  de forma “a conseguirmos viver todos sem nos matarmos uns aos outros”.

A partir de uma concepção aristotélica, o próximo presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, explicou a importância da ética e sublinhou o “enorme e seriíssimo trabalho de pessoas que andam à procura de normas e valores que deveriam servir de farol para os homens de hoje , que têm milhões de crenças, para que se respeitem uns aos outros e não se matem”.

[continuar a ler]